A TEQUILA E SUAS CURIOSIDADES

Tequila é uma bebida alcoólica destilada feita da Agave-Azul (Agave tequilana). A palavra “tequila” significa “montanha de fogo” e recebeu esse nome devido aos índios “Tequilis” que habitavam a região de Tequila, no México, próximos de um vulcão.

A agave-azul leva entre 8 e 12 anos para estar pronta para a extração do necessário para produzir cerca de 1 litro da bebida. A planta só se desenvolve em terrenos com clima tipicamente árido e, com preferência, em solo vulcânico.

O solo vulcânico vermelho da região da cidade de Tequila, no estado mexicano de Jalisco, é propício ao crescimento do agave-azul e mais de 300 milhões de plantas são colhidas todo ano. A agave-azul cresce diferentemente dependendo da região. Agaves-azuis plantadas em áreas altas são maiores e mais doces em aroma e sabor. Agaves das áreas mais baixas tem um sabor e fragrância mais herbáceos.

Essa planta não foi usada inicialmente para a produção de tequila. Muito antes disso, suas folhas eram utilizadas na construção de telhados, produção de cordas, agulhas, alfinetes e até pregos. Segundo registros, apenas no século XVI foi que os habitantes da região de origem espanhola descobriram que era possível produzir a bebida através dessa planta.


Lendas sobre a Tequila

As lendas do surgimento da Tequila vem do tempo dos astecas.

Uma deles diz que Mayahuel, deusa asteca da fertilidade, deu origem ao agave. Ela seria mãe dos Centzontotochi, um grupo de quatrocentos coelhos divinos e, um dia, ao enxotar os bichos que se alimentavam em uma plantação, notou que um dos coelhos não corria, mas saltava em círculos ao redor da planta. Mayahuel chegou a cortar um pedaço do agave e deixou descansar, o que mais tarde, após fermentação, tornou-se uma variação de tequila.

Outra lenda diz que os astecas descobriram a seiva fermentada do agave após um raio atingir um campo repleto da planta. Queimada, a plantação liberou um néctar aromático denominado de “dádiva de Deus”. Acredita-se que esse néctar seja o precursor da bebida hoje conhecida como tequila.


Tipos de Tequilas

A bebida apresenta diferentes graus de cor, sabor e aroma conforme o tempo de envelhecimento.

Blanco (“Branco”) ou Plata (“Prata”), engarrafada imediatamente ou até 2 meses de maturação em barris de aço inoxidável ou carvalho neutro;

Joven (“Jovem”) ou Oro (“Ouro”), uma mistura de Blanco e Reposado;

Reposado (“Descansado”), engarrafada após 2 meses, mas menos de um ano de maturação em barris de carvalho de qualquer tamanho;

Añejo (“Velho”), envelhecimento no mínimo um ano de maturação, mas menos de três, em barris de carvalho pequenos;

Extra Añejo (“Extra Velho”), envelhecido pelo menos três anos. (categoria estabelecida em 2006).

A autêntica tequila precisa ter pelo menos 51% de açúcar proveniente do cozimento da parte central da planta e ser fabricada por algum desses cinco estados mexicanos: Jalisc, Guanajuato, Michoacán, Tamaulipas e Nayarit.

O México exige o direito internacional exclusivo da palavra “tequila”, ameaçando ações legais contra produtores de destilados de agave-azul em outros países.

A graduação alcóolica média de uma tequila é de 40%.

Outras Notícias